Se você tomar anticoagulantes, presta atenção a estes alimentos

EPA/KABIR DHANJI

De acordo com a Sociedade Espanhola de Cardiologia, cerca de 800.000 pessoas tomam tratamentos anticoagulantes em Portugal para tratar as doenças cardiovasculares, que representam a primeira causa de morte em todo o mundo.

A coagulação é um processo que está continuamente operando em nosso organismo, reparando pequenas fissuras nos vasos sanguíneos, sem que, muitas vezes, adquirirmos uma apreciação de um sinal de dano. Essas rupturas podem ocorrer de forma espontânea ou ter sido causadas por uma doença ou de um trauma (feridas e hematomas).

Há pessoas com uma alta predisposição à trombose (formação de um coágulo dentro do sistema vascular), pelo que devem ser administrados tratamentos anticoagulantes para reduzir o risco de sofrer uma embolia (quando um coágulo obstrui um vaso sanguíneo) ou um avc. Também os pacientes com protésis valvulares do coração e fibrilação atrial devem controlar os níveis de coagulação através destes fármacos.

Alimentação

Tal como assinala o doutor Nicasio Perez Castellano, presidente da Seção de Eletrofisiologia e Arritmias da Sociedade Espanhola de Cardiologia, se você não sofre de nenhuma doença que afeta a coagulação do sangue, o efeito da alimentação no processo é o mínimo e insignificante.

No entanto, se um paciente está medicado com Sintrom ou Varfarina deve controlar a sua dieta, já que estes dois anticoagulantes fazem parte dos chamados dicumarínicos, que atuam como antagonistas da vitamina K, uma vitamina fundamental no processo de coagulação do sangue e que se encontra também em alguns alimentos.

O especialista expõe as seguintes recomendações para que a alimentação seja a mais favorável para a ação dos anticoagulantes:

  • É importante ter uma dieta saudável, variada e constante, sem fazer mudanças bruscas. As dietas de emagrecimento devem ser feitas exclusivamente sob um estrito acompanhamento médico.
  • Os legumes de folha verde como as acelgas, espinafres, alface e outras, como o brócolis e a couve-flor são ricas em vitamina K (precisamente a vitamina inibida pelo Sintrom), de forma que favorecem os processos de coagulação do sangue. O mesmo pode acontecer se você tomar muito de fígado de porco ou de cordeiro porque a vitamina K é sintetizado nesse órgão.O alho é um remédio natural que lhes são atribuídas diversas propriedades terapêuticas, entre elas, anticoagulante e vasodilatador. EFE/FELIPE RIBEIRO/rsa”É muito melhor-adverte o médico – tomar um pouco de estas legumes todos os dias, pois são muito saudáveis, em vez de fazê-lo de forma refogada. Não se devem excluir esses alimentos, mas tomá-los de forma constante”.
  • O efeito contrário, o encontramos no álcool e em alguns alimentos com vitamina E que diluem o sangue, como o suco de mirtilo ou o alho em quantidades excessivas.
  • Os suplementos vitamínicos só devem ser administrados após consultar um especialista. Também podem afetar os processos de coagulação do sangue dos antibióticos e alguns produtos de ervanário.

Riscos de anticoagulantes

Além de mudanças bruscas na dieta, existem outros riscos a ter em conta, já que ao modificar o sistema de coagulação para diluir o sangue, a pessoa se torna mais vulnerável às hemorragias, “especialmente se houver um descuido na tomada dos medicamentos, ou se ocorre alguma interação com outros medicamentos e alimentos”, indica o doutor Perez Castellano.

A gravidade da hemorragia, vai depender do montante de sangue e do local onde foi solto. Além disso, os acidentes de trânsito ou as lesões esportivas são mais perigosos em doentes tratados com anticoagulantes, o que é recomendável não realizar atividades físicas que possam constituir um risco de trauma e sangramento importante”, afirma.

Os pacientes que tomam Sintrom têm que se submeter a controles de sangue periódicos para controlar os níveis de anticoagulation porque estes podem variar ao longo do tempo.

Segundo explicou o especialista, os novos medicamentos que diluem o sangue, chamados anticoagulantes diretos, ao contrário do Sintrom -cujo efeito varia muito de um paciente para outro-, têm uma ação muito mais previsível, porque são drogas antitrombina e antifactor X que atuam no final da pirâmide de coagulação e não diretamente sobre a vitamina K. Por esta razão, a coagulação sangüínea não é afetado pela dieta.

(5 votos, média: 3,60 out of 5)
Loading…

Leave a Reply